Fale diretamente com seu Polo UNIASSELVI pelo WhatsApp. Clique aqui!.

Notícias - Geral

UNIASSELVI NA 10ª FORGES

31/03/2021   Geral

A UNIASSELVI esteve representada pela Regional Centro Oeste na 10ª Conferência FORGES – Fórum da Gestão do Ensino Superior nos Países e regiões de Língua Portuguesa. O evento aconteceu nos dias 18, 19 e 20 de novembro na Universidade de Évora/Portugal e teve como tema O ENSINO SUPERIOR NA ERA DIGITAL NOS PAÍSES E REGIÕES DA LÍNGUA PORTUGUESA: DESAFIOS E PROPOSTAS.

O trabalho denominado PADRÕES E PROCESSOS GERENCIAIS ASSOCIADOS À GESTÃO COMPARTILHADA COMO FERRAMENTAS ESSENCIAIS PARA ALAVANCAGEM DO CRESCIMENTO ORGÂNICO E DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DAS UNIDADES EDUCACIONAIS DA REGIONAL CENTRO OESTE DA IES – UNIASSELVI, foi apresentado na Sessão Paralela TEMA 6 - GESTÃO, LIDERANÇA, GOVERNO E QUALIDADE.

A equipe da Regional Centro Oeste da Uniasselvi,  liderada pelo Diretor Regional Adriano Luís Fonseca, composta pelos colaboradores Thaianny Rodrigues de Souza (coordenadora Acadêmica Regional), Salmon de Souza Farias (Coordenador Regional Administrativo-financeiro) e Thiers Augusto da Silva (Supervisor Comercial Regional), além dos Pesquisadores Daniela R. P. Fonseca (Pesquisadora responsável pela metodologia, padronização e tradução do texto) e Luis Vicente Franco Oliveira ( Pesquisador vinculado a CAPES, responsável pela análise estatística dos dados), participou da 10ª Conferência FORGES, numa coorganização com a Universidades Portuguesas de Évora e a Escola Superior de Saúde do Alcoitão.

Adriano, destaca que “foi significante falarmos um pouco do nosso trabalho desenvolvido aqui na Uniasselvi e um orgulho em fazer parte deste time. Os ouvintes e a banca avaliadora ficaram encantados com o nosso modelo de ensino e a potencialidade de capilaridade em todas as regiões do nosso país.”

Para o Reitor da UNIASSELVI, prof. Hermínio Kloch, “a Uniasselvi foi muito bem representada pela equipe da regional Centro Oeste. É um orgulho termos em nosso quadro exímios pesquisadores que fazem da sua prática um território rico de aprendizagens.”

 

Acompanhe o resumo do trabalho apresentado:

Nos tempos atuais estamos evidenciando uma nova configuração administrativa das Instituições de Ensino Superior – IES privadas brasileiras, que estão profissionalizando sua administração focando sua gestão nos modelos adotados e consagrados pelas grandes corporações.

Observa-se que o foco no resultado operacional é tratado de forma essencial para a saúde financeira da IES e fonte determinante para os investimentos em laboratórios, sala de aulas, materiais de apoio didático e outros, além de proporcionar o crescimento orgânico e por aquisições da Instituição.

O gerenciamento, de uma IES, focado na sua missão social é necessário satisfazer seus stakeholders. O sucesso de uma IES é algo desejado por todos e quando atingido, torna-se uma grande vitória da educação nacional.

As IES, aparentemente, são lócus propicio para a discussão ampliada dos processos de gestão compartilhada das ideias e saberes, porém, integrar estratégias à gestão compartilhada é um desafio complexo, por tratar-se de um fenômeno contemporâneo de bastante interesse, tanto no meio acadêmico quanto no mundo corporativo. Partindo da premissa de que as pessoas se constituem como os ativos mais importantes e fonte de vantagem competitiva sustentável das organizações, este estudo objetiva a reflexão sobre o papel crítico da gestão compartilhada e sobre a implantação de padrões de processos gerenciais desenvolvido nas unidades educacionais (Faculdades e Polos de Ensino a Distâncias) pertencente ao Grupo Uniasselvi – Sociedade Educacional Leonardo da Vinci, vinculados à Regional Centro Oeste (estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal), como forma de alavancar os resultados globais (qualitativos e qualitativos) das Unidades Educacionais envolvidas.

Experiências bem-sucedidas em gestão de pessoas nem sempre podem ser simplesmente replicadas, pois as reproduções desses modelos por si só não garantem o mesmo sucesso, dado que os resultados não são generalizáveis devido à complexidade peculiar da constituição de cada organização. No entanto, torna-se possível abstrair alguns aspectos que ampliam a discussão do inter-relacionamento entre a teoria e a prática efetiva, ao aproximar pesquisas exploratórias com a investigação contextualizada numa realidade institucional, investigação, ora pautada na visão, missão e valores que alicerçam o modelo de gestão compartilhada, implantada nos anos de 2018 a 2020, nas Unidades Educacionais que compõem a Regional Centro Oeste.

Esta nova orientação organizacional pode ser considerada uma ação pedagógica por estabelecer relações sociais democráticas, incluindo-se, de fato, os atores com poder de decisão em processos organizacionais relevantes e estruturantes à coletividade acadêmica. Ao criar canais de participação real para docentes, discentes e demais colaboradores do meio acadêmico, cultiva-se a motivação participativa em detrimento das aspirações meramente técnicas, esvaziadas de sentido histórico de criação, reprodução e apropriação do conhecimento.

Aproximar pessoas, estratégias e desempenho organizacional constitui-se em um novo paradigma de gestão educacional, sobretudo por romper com modelos arcaicos alicerçados na centralização de poderes.


Nós utilizamos cookies para viabilizar e melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o site da Uniasselvi, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais.