Notícias - Geral

Dia da Educação: um depoimento

28/04/2021   Geral

Dr. Sandro Luiz Bazzanella e Dr. Walter Marcos Knaesel Birkner, professores da UNIASSELVI

 

A história das cidades da nossa região é essencialmente a mesma: os colonos chegavam, ajuda mútua, levantavam suas casas e, na sequência, mais duas coisas: uma igreja e uma escola. Saber disso nos valeu o respeito aos antepassados, a consciência de quem somos e o exemplo a seguir e passar aos filhos. Hoje, mais de um século e meio da chegada dos fundadores, sabemos, estatisticamente e mundo afora, que as cidades que levaram a Educação a sério têm os melhores índices de desenvolvimento.

Comemoramos esta data desde que foi estabelecida, no ano de 2000, na cidade de Dakar, no Senegal. O encontro histórico reuniu líderes de 164 países, o Brasil entre eles, assumindo o compromisso de oferecer Educação de qualidade a todos. A UNIASSELVI faz questão de lembrar esta data anualmente e oferece explicações detalhadas por ocasião da comemoração desta data em 2020, clique aqui e confira. Acreditamos que tão importante quanto explicar a data é advertirmos sobre os desafios educacionais que precisamos enfrentar.

Nesse rumo, apresentamos três enormes desafios educacionais dos quais não poderemos fugir, nem protelar o seu enfrentamento. Sem ordem de importância:

O primeiro diz respeito à velocidade da inteligência artificial, que leva a maioria das profissões à obsolescência. Para entendermos isso, notemos que até o fim do século passado, o ciclo de aprendizado de um trabalhador ia do início de sua formação até a aposentadoria e ainda podia transferir esse conhecimento à próxima geração, porque era útil. Atualmente, o ciclo do conhecimento se renova, em média, a cada poucos cinco anos, o que faz com que tenhamos de nos reatualizar. Então, a Educação se tornou um ativo permanente e não mais dedicado prioritariamente à formação profissional, mas à geração de inteligência.

O segundo desafio é solidificar uma educação plenamente republicana. E o que isso significa? Formar crianças e jovens com forte senso de coletividade, de ajuda mútua e responsabilidade cívica. À consciência de direitos inalienáveis e de consumidores exigentes, precisamos agregar uma ética do trabalho criativo, de autodeterminação e de responsabilidades para com o outro e a comunidade. E a despeito das incertezas sobre o futuro, está claro que, até hoje, a educação foi o principal meio de disseminação e assimilação dos valores civilizatórios que melhoraram a vida no planeta. Essa deve continuar sendo sua missão. 

O terceiro desafio se apresenta na necessidade de os seres humanos cultivarem continuamente o exercício da dúvida e a capacidade de questionamento diante do mundo, dos fatos, dos acontecimentos e, sobretudo, dos avanços científicos e tecnológicos em curso. Não basta assimilar, sendo preciso pensar. Compete a cada nova geração, que se apresenta no mundo a partir das melhores contribuições das gerações anteriores, assumi-lo e levá-lo adiante. promovendo um mundo que possa continuar acolhendo a vida humana e a vida em sua totalidade.

Talvez este seja o desafio por excelência de toda e qualquer proposta educacional. Os povos que compreenderam a demanda ética e política da educação edificaram sistemas educacionais à altura dos desafios de constituírem-se como civilizações que passam a liderar outros povos e servir de exemplo. A educação é o melhor investimento possível para a construção de um povo, nação e região, isto é, de uma sociedade desenvolvida. São tais povos que, orientados por uma proposta civilizatória, formulada e preservada através da Educação, se tornam autorreferentes e referência para outros povos e nações.

Nessa direção, o desafio geral do Educador é sensibilizar o seu povo a compreender a importância da Educação nas suas especificidades, e essa não é uma tarefa simples. Uma educação de qualidade a todos e estratégica aos interesses da nação, é simplesmente a chave do desenvolvimento, de pessoas e cidades. A Educação é a fonte geradora de energia a homens e mulheres que geram as riquezas sustentáveis e, por isso, é o maior patrimônio da Humanidade. Neste Dia da Educação, celebremos a cooperação de todos para uma Educação de qualidade e a fé em fazê-lo incansavelmente, por amor às crianças e para o bem de todos.  

 

A UNIASSELVI, por meio dos seus núcleos e cursos parabeniza a todos os profissionais da Educação.


Nós utilizamos cookies para viabilizar e melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o site da Uniasselvi, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais.